quarta-feira, 1 de março de 2017

Oiiiiii! Vem cá  me diz uma coisa. Você gosta de uma fancic bem escrita? Bem detalhista? É de um tema que estar bombando no momento? Se sua resposta é sim! Então confere essa capinha aqui😍😍😍😍

Escrito por UnnieRosa , do gênero de Romance trago oara vocês masochistc puppy , chega mais e confere essa sinopse maravilhosa! (Livro de meus queridinhos )



Sinopse:

Juro que tentei não olhá-lo, mas sua beleza me atrai tanto. Meu pudinzinho vestia apenas uma calça de moletom cinza deixando desnudo seu abdômen definido. Seus cabelos eram sempre impecáveis mas hoje estavam bagunçados o deixando mais sensual. Seus dentes brilhavam em contraste a sua boca larga e vermelho. E seus olhos azuis de ressaca de mar me deixavam sem fôlego. Há, J, você me deixa maluca por você. Em meio a todos esses pensamentos deixo um suspiro escapar enquanto olho em seus enormes orbes.

.....

Amorsta para vocês!!!

Masochistic Puppy

Faz dois meses que estou presa aqui, sem nenhuma comunicação com ninguém. Argh! Que ódio, por quê ele me deixou aqui? Por quê? Eu não merecia isso! Eu não vou aceitar de jeito nenhum. Tento me levantar assim que ouço a porta ser aberta, estou tão fraca. Desde de quando decide parar de comer e fazer uma greve de comida. Ouço aquele maldito novamente me chamar.

-Doutora, vejo que continua com essa teima. Isso não vai levar a nada, boneca. Aqui está sua comida.

-Não vou comer essa gororoba, querido! Hahahaha! Por que não me solta? Hum? Talvez eu coma, amor- Digo me encostando nas grades e o olhando profundamente, sempre funciona.

-É claro!- Nunca imaginaria que seria tão fácil hoje para convencê-lo de me soltar. O mesmo se afasta e a jaula se abre sem me dar nenhum choque.

-Obrigada, amorzinho. Te recompensarei agora- Me aproximo de seu corpo e passo as mãos por sua nuca antes de lhe dar uma joelhada certeira nas costelas- Gostou, amor?- Me afasto assim que ele cai no chão.

Me assusto ao sentir meu cabelo ser puxado com força para o lado e vejo uma mulher bem parecido com o "eu" de antes. Uma doutora burra, vou chamá-la assim. Ela vestia um jaleco branco e também era loira. Continuo a olhando assim que sinto outra pancada em meu rosto, sou arrastada a força para fora daquele lugar. Sinto me couro cabeludo arder pelos puxões, eles me colocam sentada em uma cadeira. De início não entendo mas assim que vejo a mangueira dentro de uma balde de leite, sei que sofrerei.

-Você vai comer por bem ou por mal, sua vadia!- Me contorsso na cadeira rindo escandalosamente, minha mãos e pés são amarradas, assim como minha testa e queixo, a loira burra segura uma seringa com um liquido verde. Ela injeta em meu pulso e sinto correr pelas minha veias queimando. Tão gracioso.

Ele segura meu rosto e a doutora burra enfia a pequena mangueira em meu nariz, o leite entra pelo mesmo me fazendo engasgar e me contorcer mais forte. Estou adorando isso! O leite escorre por meu corpo e meu uniforme é rasgado expondo meu corpo nú. Os dois se entreolham e sorriem cúmplices e sim eu fui abusada de todas as formas naquela noite por pessoas de "bem"."

Acordo me lembrando do que havia acontecido. Esse devaneio de novo... Toda a tortura e humilhação que passei na prisão. Me lembro como se fosse hoje... Ele havia me salvado, o meu Puddin. Não nego que o odiei por ter me deixado ser levado por aquele intrometido do Batsy, mas tudo valeu a pena. Melhor parar de pensar nisto e procurar meu branquelo. Me levanto da cama e me olho no espelho, que camisola linda que eu estava usando, Mr. J tem bom gosto.

Saio do quarto não me importando se estava usando algo decente ou não. Vago pela casa, ninguém nessa enorme casa? Pffff. Paro em frente ao seu escritório, ouço sua voz rouca sinto calafrios, esses efeitos que ele me causa...

Bato três vezes sem resposta entro com rapidez.

Acho estranho mas sinto um cheiro conhecido, seu perfume francês. Ah, ele queria me assustar, como sempre. Sinto uma mão em meu quadril e outra em meu pescoço, apertando e sufocando levemente minha respiração. J me cola ao seu corpo malhado e me morde com seus prateados.

-Sabe que odeio quando entrem aqui sem que eu permita, não é Harley? - Ele aperta mais meu pescoço e se vira para mim. Juro que tentei não olhá-lo, mas sua beleza me atrai tanto. Meu pudinzinho vestia apenas uma calça de moletom cinza deixando desnudou seu abdômen definido. Seus cabelos eram sempre impecáveis mas hoje estavam bagunçados o deixando mais sensual. Seus dentes brilhavam em contraste a sua boca larga e vermelho. E seus olhos azuis de ressaca de mar me deixavam sem fôlego. Ha, J, você me maluca por você. Em meio a todos esses pensamentos deixo um suspiro escapar enquanto olho em seus orbes.

Gente !!!! Se vocês gostarem vota e comentar. Eu amo Ok essa história. Ela estar com bem mais capítulos em outra plataforma.  E é 😍❤💕❤💕❤

Perfil da autora

Link do livro

Nenhum comentário:

Postar um comentário